Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, dezembro 22, 2012

Nó na garganta

Algumas vezes a gente perde o momento de dizer algo. 
E essas palavras ficam cravadas na nossa garganta para sempre...

Pelo respeito
Pelo carinho
Pelo controle
Pelo medo
Pelo temor...

O quete faz ficar calado?

segunda-feira, novembro 26, 2012

Vicios

Comportamentos repetitivos
Compulsões
Impulsos
Inconsequências...

Controlar nossas pulsões é um grande desafio. Cada um tem o seu ponto fraco. Desde o ato compulsivo de abrir a geladeira, das ligações incontroláveis para o ex-namorado até o acesso sem limites das redes sociais...
Uma das perguntas que me vem a cabeça quando penso nas compulsões é: O que realmente nos leva até elas?
Obviamente a vontade de comer chocolate não pode ser apenas baseada em carência.. Exemplos à parte, acredito que cada um tem que achar seu próprio jeito de lidar com seus impulsos. São eles destrutivos? E como se sente depois?
Nessas armadilhas da vida somos presas fáceis para cair na tentação de começar e recomeçar ciclos viciosos que podem durar uma vida inteira.. E talvez até mesmo ser levada gerações à diante..

Por isso talvez seja hora de se desligar dos computadores, deletar telefones inúteis e dar o sorvete para seu amigo magrelo.. E na hora que seu "Eu consciente" desaparecer e o seu "eu desesperado" tomar de conta talvez ele tenha preguiça de ir ao mercado e não consiga achar o número de telefone... Só não garanto grande sucesso com as redes sociais....

quinta-feira, outubro 25, 2012

Voa Voa



Sabe..  tem essa música bonita, muito bonita, que deviam todos conhecer e tocar na rádio.. Mas veja que pena demorei um tempão para achar a letra.. Enfim, Linda!

Letra: EDUARDO ALMEIDA (PRAMIT)
          e RODRIGO BRAGA



Buscar a alma e encontrar um lugar onde eu possa sonhar
Um beija flor voando a me levar
Dos caminhos da vida uma dança uma cantiga
O último vôo da folha caída
Grito da formiga assustar
Corações pelas partidas talvez pela euforia de chegar
De novo num momento de encarar
Vontade de voar amando sem pensar
Com coragem para errar, tropeços e sorrisos no andar
Nas escolhas sentidas, nas mudanças doidas
Dos caminhos para olhar a perda e a grandeza em arriscar
A flor ao beijar o beija flor vôo e desabrochou
No caminho que encontrou
A flor ao beijar o beija flor vôo, vôo, vôo, vôo, vôo, vôo, vôo
Vôo, voa, voa, voa,
Voa, voa, voa,
Voa, voa, voa 2x
Vôo...

“Caminhos da vida: são as escolhas que um eu dia vivi, viverei ou até aquelas que eu nunca tive oportunidade de viver pelo medo que tive de errar...”

“Caminhos da vida: é amar, brincar, se divertir, ser feliz. É aprender com seus erros e tristezas da vida...”

“E no final nem um paraíso espera você, apenas um novo brilho no mesmo sol. A cada passo você já chegou, cada bater de asas já é a meta. Tudo já está aqui...”

Ando, sigo, paro, olho, ando, encontro, vejo o tempo, ando, canto, amo, choro, ando, encontro, busco, o tempo, o tempo...

quarta-feira, outubro 17, 2012

Paixão, poesia e perfumes


Quando a gente se apaixona vira poeta...  
Poeta de versos tolos, simples ou bobos para quem olha, 
mas ainda assim poeta! 

E tudo por causa de um perfume..




O perfume da paixão quebra as correntes do dia-a-dia, nos permite olhar tudo de novo, com outros olhos. 
Os olhos de um apaixonado. 

Como apaixonado viro criança e como criança vejo tudo mais rico, bonito e claro. 
E então a beleza volta, de onde nunca foi embora.. 
Aflorando de dentro para fora toda a primavera represada por essa nossa peleja danada de viver a vida em escala de cinza..  

E é assim que nos tornamos poetas, mesmo que em vias tortas, para falar dessa nossa primavera que um dia deixaremos ir embora..

terça-feira, outubro 16, 2012

A noite dos sonhos


Velas perfumadas
Flores vermelhas
Taças com vinho
Vestido de seda 
Música à dois
Olhos fechados
Peito aberto
Encontro marcado







sexta-feira, outubro 05, 2012

Fool's games


Stop playing with the others. 
Every player end up played soon or later, 
either for themselves or through another player..



segunda-feira, setembro 03, 2012

Caminho, curvas e encontros


A vida quando decidimos segui-la de verdade parece duvidosa e tortuosa no inicio...
Acho que porque não estamos acostumados a olhá-la com paciência, ternura ou carinho...

As vezes a gente olha para ela com carinho e com amor
e notamos que é mesmo torta e cheia da curvas...
Mas agora, veja só! Achamos graça nessas curvas!

Aquele ponto cego no caminho,
que antes assolava o medo
agora desperta o curioso que aqui dentro mora..
Ele é criança e segue andando,
vira mais essa esquina
até achar uma surpresa,
que é o outro no caminho...

Senta e conversa com esse amigo
que quer falar então lhe falar
de suas viagens
e das curvas
que ele já viu por esse lugar..

fico quieto, apenas ouço
o que ele tem a falar
quando acaba me levando
e continuo a caminhar

Outra vez bate o cansaço e me pego a reclamar
mas ai acho a figueira para à sombra eu deitar...

Olho o céu e as estrelas e fico a refletir:
Na esquina,
No caminho,
E No velho à me prosear

Ai Ai, Vida cheia de curvas...
por onde mais vais me guiar...?